Page images
PDF
EPUB

6 sarei pela Macedonia, e talvez ficarei comvosco, ou

mesmo passarei o inverno, para que me encaminheis, 7 para onde quer que eu vá. Pois desta vez não vos quero ver somente de passagem; porque espero demorar-me comvosco algum tempo, se o Senhor o 8 permittir. Ficarei, porém, em Epheso até o Pen9 tecoste; porque se me abriu uma porta grande e efficaz, e ha muitos adversarios.

10

11

Timotheo e Apollo.

Ora se Timotheo for, vêde que esteja sem temor entre vós; porque trabalha na obra do Senhor, como eu tambem; portanto ninguem o despreze. Mas encaminhae-o em paz, para que venha ter commigo; 12 pois o espero com os irmãos. Quanto ao irmão Apollo, muito lhe roguei que fosse com os irmãos ter comvosco; mas de modo algum era da vontade delle ir agora, comtudo irá, quando tiver opportunidade.

13

Exhortações.

Vigiae, estae firmes na fé, portae-vos varonil14 mente, sêde fortes. Todas as vossas obras sejam feitas em caridade.

16

Estéphanas, Fortunato e Achaico. 15 Ora rogo-vos, irmãos (sabeis a casa de Estéphanas, que é as primicias de Achaia, e se dedicaram ao serviço dos santos), que tambem vos sujeiteis aos taes, e a todo aquelle que ajuda na obra e tra17 balha. Regosijo-me com a vinda de Estéphanas, de Fortunato e de Achaico, porque o que faltava da 18 vossa parte, elles o suppriram; pois recrearam o meu espirito e o vosso. Reconhecei, portanto, os

taes.

Saudações.

19 As egrejas da Asia vos saudam. Muito vos saudam no Senhor Aquila e Prisca, com a egreja 20 que está na sua casa. Todos os irmãos vos saudam. Saudae-vos uns aos outros com osculo santo.

21

Saudação pessoal. A benção.

A saudação, escrevo-a eu, Paulo, por minha pro22 pria mão. Se alguem não ama ao Senhor, seja ana23 thema. Maranatha. A graça do Senhor Jesus 24 seja comvosco. O meu amor seja com todos vós em Christo Jesus.

SEGUNDA EPISTOLA DE S. PAULO

AOS

CORINTHIOS.

Prefacio e saudação.

Paulo, apostolo de Christo Jesus por vontade de

1 Deus, e' Timotheo nosso irmão, à egreja de Deus

que está em Corintho, com todos os santos que 2 estão em toda a Achaia: Graça a vós e paz da parte de Deus nosso Pae, e da do Senhor Jesus Christo.

Acção de graças pelo conforto que Deus lhe concedeu. 3 Bemdito seja o Deus e Pae de nosso Senhor Jesus

Christo, o Pae de misericordias e Deus de todo o 4 conforto, que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos nós confortar aquelles que se acham em qualquer tribulação, pelo conforto com 5 que nós mesmos somos confortados por Deus. Pois assim como para comnosco crescem os soffrimentos de Christo, assim tambem por Christo cresce o nosso 6 conforto. Mas se somos atribulados, é para o vosso conforto e salvação; se somos confortados, é para o vosso conforto, o qual opera no supportar com fortaleza os mesmos soffrimentos que nós tambem 7 soffremos. E a nossa esperança por vós é firme; sabendo que, como sois participantes dos soffri

8 mentos, assim tambem o sereis do conforto.

Pois

não queremos que vós ignoreis, irmãos, a tribulação que nos sobreveiu na Asia, como fomos excessivamente sobrecarregados alem das nossas forças, a 9 ponto de perder a esperança até da vida; mas nós temos tido dentro de nós mesmos a sentença de morte, para que não confiassemos em nós mes10 mos, porém em Deus que resuscita os mortos; o qual nos livrou de tão terrivel morte, e nos livrará; no qual temos esperado que tambem ainda nos 11 livrará, ajudando-nos vós tambem com supplicas a nosso favor, para que por muitas pessoas sejam dadas graças por nós pela dom que nos foi concedido por meio de muitos.

127

[ocr errors]

Paulo tem a sua consciencia tranquilla.

Pois a nossa gloria é esta, o testemunho da nossa consciencia, de que em santidade e sinceridade de Deus, não em sabedoria carnal, mas na graça de Deus, nos temos comportado no mundo, e mais es13 pecialmente para comvosco. Porque não vos escrevemos outra cousa, senão aquillo que ou ledes ou mesmo reconheceis, e espero que o reconhecereis 14 até o fim; assim tambem nos reconhecestes em parte, que somos a vossa gloria, assim como vós tambem sois a nossa no dia de nosso Senhor Jesus.

15

Explica a sua demora em ir vel-os.

E nesta confiança era a minha intenção primeiro ir ter comvosco para que recebesseis um segundo 16 beneficio, e por vós passar a Macedonia, e da Mace

donia ir ter outra vez comvosco, e ser por vós en17 caminhado até a Judéa. Tendo eu, portanto, esta intenção, usei, porventura, de leviandade? acaso as cousas que proponho, proponho-as segundo a carne, para que haja commigo o sim, sim e o não, não? 18 Mas como Deus é fiel, a nossa palavra a vós não é 19 sim e não. Pois o Filho de Deus, Christo Jesus,

que entre vós foi prégado por nós, a saber, por mim,

Silvano e Timotheo, não se tornou sim e não, mas 20 nelle é sim. Pelo que tantas quantas forem as promessas de Deus, nelle está o sim; porquanto tambem por elle é o amen, para a gloria de Deus 21 por nosso intermedio. Aquelle que nos confirma 22 comvosco em Christo, e nos ungiu, é Deus, que tambem imprimiu em nós o seu sello e em nossos corações deu o penhor do Espirito.

23

[ocr errors]

Mas eu tomo a Deus por testemunha sobre a minha alma, de que, para vos poupar, é que não fui mais 24 a Corintho. Não porque temos dominio sobre a vossa fé, mas porque somos cooperadores do vosso 1 goso; pois pela fé estaes firmes. Eu, porém, determinei isto por mim mesmo, não ir ter comvosco 2 outra vez em tristeza. Porque se eu vos entristeço,

2

quem é, pois, o que me alegra, senão aquelle que por 3 mim é entristecido? E isto mesmo escrevi, para que, chegando, eu não tenha tristeza da parte dos que me deviam alegrar, tendo esta confiança em to4 dos vós que o meu goso é o de todos vós. Pois em muita tribulação e angustia de coração vos escrevi com muitas lagrimas, não para que fosseis entristecidos, mas para que conhecesseis o amor que mais abundantemente tenho para comvosco.

པ་

5

6

O penitente deve ser readmittido na egreja.

Mas se alguem tem causado tristeza, tem causado tristeza não a mim, porém em parte (para não ser severo demais) a todos vós. Basta a esse tal esta 7 reprehensão dada pelo maior numero, de modo que pelo contrario deveis antes perdoar-lhe e confortalo, para que o tal não seja consumido pela demasiada 8 tristeza. Pelo que vos rogo que confirmeis a vossa 9 caridade para com elle; pois para esse fim tambem

escrevi, para, por esta vossa prova, conhecer se em 10 tudo sois obedientes. Mas a quem vós perdoaes alguma cousa, tambem eu; pois o que eu tenho perdoado, se alguma cousa tenho perdoado, é por amor

11 de vós na presença de Christo, para que Satanaz não ganhe alguma vantagem sobre nós; porque não ignoramos as suas machinações.

12

13

14

Desapontado por não achar a Tito.

Ora quando cheguei a Troade para prégar o Evangelho de Christo, e quando me foi aberta uma porta no Senhor, não tive allivio para o meu espirito porque não achei a meu irmão Tito; mas despedindo-me delles, parti para a Macedonia.

O caracter e os fructos dos seus trabalhos.

Graças, porém, a Deus que em Christo sempre nos conduz em triumpho, e que por nosso meio faz sentir o cheiro do seu conhecimento em todo o logar. 15 Porque para Deus somos o bom cheiro de Christo 16 nos que são salvos e nos que perecem; para uns, na verdade, cheiro de morte para morte, para outros, porém, cheiro de vida para vida. E para estas cousas quem é idoneo? Pois não estamos, como muitos, mercadejando com a palavra de Deus, mas é com sinceridade, mas é de Deus, perante Deus que em Christo falamos.

17

O ministerio da justiça excede o ministerio da condemnação.

3 Começamos de novo a nos recommendar a nós mesmos? ou precisamos, como alguns, de cartas de 2 recommendação para vós ou de vós? Vós sois a

nossa carta, escripta em nossos corações, conhecida 3 e lida por todos os homens, sendo manifesto que sois carta de Christo, feita por nosso ministerio, escripta não com tinta, mas com o Espirito do Deus vivo, não em taboas de pedras, mas em taboas de carne 4 de coração. E temos uma tal confiança em Deus 5 por Christo. Não que sejamos capazes por nós

mesmos de julgar alguma cousa, como de nós mes6 mos; mas a nossa capacidade vem de Deus, o qual tambem nos fez idoneos ministros de uma nova alliança, não da letra, mas do espirito; pois a letra

« PreviousContinue »