Elementos de litteratura

Front Cover
Pinho, 1856
0 Reviews
Reviews aren't verified, but Google checks for and removes fake content when it's identified
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Other editions - View all

Popular passages

Page 28 - E quando desce, o deixa derradeiro : Vós, que esperamos jugo, e vituperio Do torpe Ismaelita cavalleiro , Do Turco oriental , e do Gentio , Que inda bebe o licor do sancto rio.
Page 35 - No' mais, Musa, no' mais, que a lira tenho Destemperada ea voz enrouquecida, E não do canto, mas de ver que venho Cantar a gente surda e endurecida! O favor com que mais se acende o engenho, Não no dá a Pátria, não, que está metida No gosto da cobiça e na rudeza Duma austera, apagada e vil tristeza.
Page 26 - As ARMAS e os barões assinalados Que, da ocidental praia lusitana, Por mares nunca de antes navegados, Passaram ainda além da Taprobana, * Em perigos e guerras esforçados Mais do que prometia a força humana, E entre gente remota edificaram Novo reino, que tanto sublimaram...
Page 27 - Vós, ó novo temor da Maura lança, Maravilha fatal da nossa idade, Dada ao mundo por Deos, que todo o mande ; Para do mundo a Deos dar parte grande : VII.
Page 31 - Eternos moradores do luzente Estcllifero polo, e claro assento, Se do grande valor da forte gente De Luso não perdeis o pensamento, Deveis de ter sabido claramente, „ Como é dos fados grandes certo intento, ' ''•' Que por ella se esqueçam os humanos De Assyrios, Persas, Gregos, e Romanos.
Page 35 - Olhai que ledos vão, por várias vias, Quais rompentes leões e bravos touros, Dando os corpos a fomes e vigias, A ferro, a fogo, a setas e pelouros, A quentes regiões, a plagas frias, A golpes de idolatras e de mouros, * A perigos incógnitos do mundo, A naufrágios, a peixes, ao profundo.
Page 28 - Vereis amor da pátria, não movido De premio vil, mas alto e quase eterno; Que não é premio vil ser conhecido Por um pregão do ninho meu paterno. Ouvi: vereis o nome engrandecido Daqueles de quem sois senhor superno, E julgareis qual é mais excelente, Se ser do mundo Rei, se de tal gente.
Page 35 - A ferro, a fogo, a settas, e pelouros : A quentes regiões, a plagas frias, A golpes de Idolatras, e de Mouros, A perigos incognitos do mundo, A naufragios, a peixes, ao profundo : CXLVHI.
Page 95 - Ulysséa á toa opprimes, Ou do bom Daniel na terrea estancia Peçonhas de invectiva espremes d'alma, Que entre negros chapéos tambem negreja, E ante o caixeiro boqui-aberto arrotas, Arrotas ante o vulgo a encyclopedia ; Fadas...
Page 37 - Ou fazendo que, mais que a de Medusa, A vista vossa tema o monte Atlante, Ou rompendo nos campos de Ampelusa Os muros de Marrocos e Trudante, A minha já estimada e leda Musa Fico que em todo o mundo de vós cante, De sorte que Alexandro em vós se veja, Sem à dita de Aquiles ter inveja. FIM DE "os LUSÍADAS" RHY TH MAS DE LVIS DE CAMÕES, Diuididas em cinco partes.

Bibliographic information