Search Images Maps Play YouTube News Gmail Drive More »
Sign in
Books Books
" As filhas do Mondego a morte escura Longo tempo chorando memoraram, E, por memória eterna, em fonte pura As lágrimas choradas transformaram. "
Os Lusiadas poema epico de Luis de Camões: restituido a' sua primitiva ... - Page 119
by Luís de Camões - 1846 - 585 pages
Full view - About this book

Collected Papers of Henry Sweet

Henry Sweet - 1913 - 642 pages
...pena (de) mencionar. Que foi isto ? Pareceu me ouvir uma bulha. Foi s<5 o vento nas arvores. B. 1. As filhas do Mondego a morte escura longo tempo chorando memoraram ; e por memoria eterna, em fonte pura as lagrimas choradas transformaram : o nome Ihe puzeram que inda dura,...
Full view - About this book

Lusíadas

Luís de Camões - 1913 - 424 pages
...está morta a pallida donzella, Secas do rosto as rosas e perdida A branca e viva cór co a doce vida. As filhas do Mondego a morte escura Longo tempo chorando memoraram, E por memoria eterna em fonte pura As lagrimas choradas transformaram : O nome lhe poseram, que inda dura,...
Full view - About this book

Cancioneiro de Coimbra: em que se contêm poesias portuguesas, & nos saudosos ...

1918 - 154 pages
...murchada: Tal está morta a pallida donzella, Seccas do rosto as rosas, e perdida A branca e viva cor, co'a doce vida. cxxxv As filhas do Mondego a morte escura Longo tempo chorando memoraram ; E por memoria eterna, em fonte pura As lagrimas choradas transformaram: O nome lhe poseram, que inda dura,...
Full view - About this book

Os lusiadas: poema epico ...

Luís de Camões - 1920 - 526 pages
...Inimigos um do outro, Thyestes deshonrou a mulher de Atreu, e este deu a comer aquelle um seu Ç\\\vo. CXXXV As filhas do Mondego a morte escura Longo tempo...chorando memoraram; E por memória eterna, em fonte pura (186) As lagrimas choradas transformaram : O nome lhe poseram, que inda dura, Dos amores de Ignes,...
Full view - About this book

Atlantida, Volume 2

1916 - 514 pages
[ Sorry, this page's content is restricted ]
Snippet view - About this book

O genio de Camões, Os Lusiadas: ensaio critico

Affonso Costa - 1921 - 252 pages
...tristes se mitiga, E' porque queres, aspero e tyranno, Tuas azas banhar em sangue humano.» Fecho: «As filhas do Mondego a morte escura Longo tempo chorando memoraram ; E, por memoria eterna, em fonte pura As lagrimas choradas transformaram. O nome lhe puzeram, que inda dura,...
Full view - About this book

Revista do Instituto Geográphico e Histórico da Bahia, Issues 47-48

1922 - 1226 pages
...Donzella. Seccas do rosto as rosas, e perdida A branca e viva cor co'a doce vida. As filhas do Monde.no a morte escura Longo tempo chorando memoraram. E por memória eterna, em fonte pura As lagrimas choradas transformaram. O nome lhe puzeram, que inda dura, Dns amores d' Ignez. que alli passaram....
Full view - About this book

Revista do Instituto histórico e geográfico de São Paulo, Volume 22

Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo - 1923 - 516 pages
...cedros ramalhudos da "Quinta das Lagrimas", o murmurio da "Fonte dos Amores" evoca os versos de Camões: As filhas do mondego a morte escura Longo tempo chorando memoraram; E por memoria eterna, em fonte pura As lagrimas choradas transformaram: O nome lhe puzeram, que inda dura,...
Full view - About this book

Selecta classica: com annotações philologicas, grammaticaes, em complemento ...

João Ribeiro - 1931 - 422 pages
[ Sorry, this page's content is restricted ]
Snippet view - About this book

Os Lusiadas: de Luís de Camões

Luís de Camões - 1931 - 672 pages
[ Sorry, this page's content is restricted ]
Snippet view - About this book




  1. My library
  2. Help
  3. Advanced Book Search
  4. Download EPUB
  5. Download PDF