Search Images Maps Play YouTube News Gmail Drive More »
Sign in
Books Books
" Onde pode acolher-se um fraco humano, Onde terá segura a curta vida, Que não se arme e se indigne o Céu sereno Contra um bicho da terra tão pequeno? "
Sermões de Joseph Gregorio Lopes da Camara Sinval - Page 222
by José Gregorio Lopes da Camara Sinval - 1864 - 370 pages
Full view - About this book

Obras, precedidas de um ensaio biographico, augmentadas com ..., Volume 6

Luis Vaz de Camoens - 1870
...gente põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! i GVI No mar tanta tormenta e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pôde acolher-se hum fraco humano? Onde terá segura a curta vida. Que não se arme, e se indigne...
Full view - About this book

Obras de Luiz de Camões: precedidas de um ensaio biographico no ..., Volume 1

Luís de Camões - 1860 - 572 pages
...que faziam romper om isso Poeta n'estes versos tão patheticos: No mar, tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, ' Tanta necessidade aborrecida! Onde póde acolher-se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que não se arme, e indigne...
Full view - About this book

Obras, Volume 1

Luís de Camões - 1861
...terra que nos viu nascer: dulcemoriens reniiniscitur Argos. 96 No mar, tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida ! Onde pode acolher-se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que não se arme, e indigne...
Full view - About this book

Os Lusiadas do século XIX: poema heroi-comico (parodia)

Francisco Augusto de Almeida - 1865
...Caco sempre incerto ! Que aonde a gente põe sua esperança, Tenha a cousa tão pouca segurança ! CVI No mar tanta tormenta, e tanto damno, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanto roubo, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pode acolher-se um Lusitano Que não...
Full view - About this book

Miscellanea hellenico-litteraria offerecida aos estudantes da 2.a cadeira do ...

António José Viale - 1868 - 412 pages
...certo: Que aonde o homem põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! No mar tanta tormenta, tanto damno, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra...guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pôde acolher-sc um fraco humano, Onde terá segura a curta vida, Que não se arme e se indigne...
Full view - About this book

Camões e os Lusiadas

Joaquim Nabuco - 1872 - 286 pages
...como a de Camões o grito da profunda dor do poeta idumeo : « No mar tanta tormenta, e tanto dano ; Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano ; Tanta necessidade aborrecida ; Onde pode acolher-se um fraco humano ? Onde terá segura a curta vida, Que não se arme e se indine...
Full view - About this book

Os Lusíadas: los Portugueses

Luís de Camões - 1873 - 263 pages
...pôe sua esperança Tenha a vida tao pouca segurança ! cvi. No mar tanta tormenta , e tanto dano , Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra , tanto engano , Tanta necessidade aborrecida! Onde póde acolher-se hum fraco humano? Onde terá segura a curta vida , Que nao se arme e ese indigne...
Full view - About this book

Os Lusiadas de Luiz de Camões, Volumes 5-8

Luís de Camões - 1873 - 266 pages
...gente põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! 106 No mar tanta tormenta e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pôde acolher-se hum fraco humano? Onde terrá segura a curta vida, Que não se arme, e se indigne...
Full view - About this book

The Lusiads, tr. into Engl. verse by J.J. Aubertin, Volume 1

Luis Vaz de Camoens - 1878
...põe sua esperança, Tenha a vida tão pouca segurança ! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida ! Onde pode acolher-se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida ? Que não se arme, e se indigne...
Full view - About this book

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1882
...da vida nunca certo! Que aonde a gente põe sua esperança, Tenha a vida tão pouca segurança! CVI No mar tanta tormenta, e tanto damno, Tantas vezes...guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pode acolher-se um fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que não se arme, e se indigne...
Full view - About this book




  1. My library
  2. Help
  3. Advanced Book Search
  4. Download EPUB
  5. Download PDF