Search Images Maps Play YouTube News Gmail Drive More »
Sign in
Books Books
" Onde pode acolher-se um fraco humano, Onde terá segura a curta vida, Que não se arme e se indigne o Céu sereno Contra um bicho da terra tão pequeno? "
Sermões de Joseph Gregorio Lopes da Camara Sinval - Page 222
by José Gregorio Lopes da Camara Sinval - 1864 - 370 pages
Full view - About this book

Obras de Luis de Camões ...

Luís de Camões - 1779 - 602 pages
...pde fuá efperança Tenha a vida taõ pouca fegurança ! CVI. No mar tanta tormenta , e tanto dano , Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra , tanto engano , Tanta neceflidade aborrecida ! Onde pôde acolher-fe hum fraco humano ? Onde terá fegura a curta vida ?...
Full view - About this book

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815 - 390 pages
...põe sua esperança Tenha a vida taõ pouca segurança ! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida ! Onde pôde acolher-se hum fraco humano ? Onde terá segura a curta vida ? Que naõ se arme, e se...
Full view - About this book

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...gente põe sua esperança Tenha a vida taõ pouca segurança! cvI. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida.' Onde pôde acolher-se hnm fraco humano ? Onde terá segura a curta vida ? Que naõ se arme, e se indigue...
Full view - About this book

Os Lusiadas, Volumes 1-2

Luís de Camões - 1818
...poe sua esperanca Tenha a vida taõ pouca segurança ! i06. No mar tanta tormenta , e tanto dano , Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra , tanto engano , Tanta necessitado aborrecida ! Onde póde^acolher-se hum fraco humano ? Onde terá segura a curta vida ,...
Full view - About this book

Os Lusiadas: poema epico

Luís de Camões - 1819 - 548 pages
...poem sua esperança, Tenha a vida ta"b pouca segurança. cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pode acolher- se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que na"b se arme, e se indigne...
Full view - About this book

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843 - 454 pages
...gente põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde póde acolher- se hum fraco humano? Onde terá segura a curta vida, Que naõ se arme c se indigne...
Full view - About this book

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...gente põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano. Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pôde acolher- se hum fraco humano? Onde terá segura a curta vida, Que naõ se arme e se indigne...
Full view - About this book

Os Lusiadas poema epico de Luis de Camões: restituido a' sua primitiva ...

Luís de Camões - 1846 - 634 pages
...põe sua esperança, Tenha a vida tam pouca segurança ! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano ; Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra , tanto engano ; Tanta necessidade aborrecida ! Onde pode acolher-se um fraco humano? Onde terá segura a curta vida , Que não se arme , e se indine...
Full view - About this book

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1859 - 415 pages
...põe sua esperança, Tenha a vida tão pouca seguranca! c vi. No mar tanta tormenta, e tanto dauo, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pode acolher-se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida ? Que não se arme, e se indigne...
Full view - About this book

Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ...

Luís de Camões - 1860 - 554 pages
...terra que nos viu nascer: dulce moriens reminiscitur Argos. 96 No mar, tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida ! Onde pode acolher-se num fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que não se arme, e indigne...
Full view - About this book




  1. My library
  2. Help
  3. Advanced Book Search
  4. Download EPUB
  5. Download PDF